Sim, Alex Muralha um dia já foi um goleiro seguro

Virou rotina. Toda rodada com Alex Muralha no gol do Flamengo é a mesma coisa. Apreensão do torcedor rubro-negro, que teme sempre pela próxima falha.

Na última quarta-feira, contra o Junior de Barranquilla, Diego Alves, o titular, machucou-se e precisou ser sacado. Reserva imediato, Muralha entrou e, minutos depois, tomou o gol. Neste domingo, Muralha praticamente entregou a vitória ao Santos. Primeiro, tentou driblar Ricardo Oliveira e falhou feio. Gol do Peixe. Depois, aceitou chute rasteiro de Bruno Henrique. Gol dos Peixe.

A situação parece incontornável para o goleiro que chegou à Gávea em 2016 com o status de reserva de Paulo Victor, mas logo brilhou e tomou a posição com justiça.

Nos bastidores do Flamengo é forte o comentário de que Muralha não deve voltar a vestir a camisa do clube. César, cria da base e que voltou de empréstimo recentemente, deve ser lançado na “fogueira” no jogo de volta das semifinais da Sul-Americana. Problemão à vista para Reinaldo Rueda.




Mas como brasileiro tem memória curta, a gente resolveu lembrar que um dia Muralha fez por merecer a camisa do Flamengo.

Pelo Figueirense, clube em que teve passagem relâmpago, fez uma temporada de 2015 excepcional. Nem de longe parece o mesmo jogador que hoje pena para conquistar um tostão de confiança do rubro-negro.

De nossa parte, fica a torcida para que Muralha volte, de fato, a ser Muralha. Enquanto isso, obrigado pelas memórias…

Papo de Macho

O Papo de Macho é um blog sobre assuntos masculino criado em 2017 com o objetivo informar e divertir. Hoje o blog conta com uma equipe de colunistas a postos para não deixar nada passar batido.