Descubra a origem dos códigos verdes da trilogia ‘Matrix’

Quase duas décadas depois da estreia do primeiro Matrix, finalmente foi revelado o segredo dos códigos (aquele monte de caracteres verdes na vertical) que aparecem nos três filmes da franquia.

Mas não se empolga muito, a revelação foi um choque de decepção para a maioria dos fãs.





Simon Whiteley, o designer de produção da trilogia, revelou que a inspiração para os códigos veio de um livro de culinária

Pois é: sushi. Esse é o grande segredo por trás dos códigos de Matrix.

A informação foi revelada por Simon Whiteley, que criou a “chuva digital” que ilustra a trilogia. Em entrevista recente, o designer contou:

Gostaria de contar para todo mundo que o código de ‘Matrix’ foi criado a partir de receitas de sushi japonês.

Ele diz que scaneou os caracteres de um livro de receitas japonesas da esposa e que, sem o código, não haveria Matrix.

O nome de Whiteley não está nos créditos dos filmes

Apesar da importância e da simbologia que os códigos criados por Simon Whiteley têm no filme, o nome do designer não aprece nos créditos dos filmes, acredita?

Em 1999, Whiteley era um nome desconhecido e parece que nem ele, na época, se importou com essa questão dos créditos. Entretanto, anos depois, você encontra o nome dele em grandes produções como o musical Moulin Rouge – Amor em Vermelho, do australiano Baz Luhrmann e nos filmes da franquia Harry Potter.

Papo de Macho

O Papo de Macho é um blog sobre assuntos masculino criado em 2017 com o objetivo informar e divertir. Hoje o blog conta com uma equipe de colunistas a postos para não deixar nada passar batido.