Como sair da bad e sorrir mesmo quando tudo está uma merda

Fica difícil sair da bad e conseguir enxergar o lado bom das coisas quando tudo parece estar dando errado, não é verdade?

O principal problema de não conseguir relaxar nessas situações é entrar em uma bola de neve de frustrações. Como a gente não consegue se acalmar, os problemas vão se acumulando porque não conseguimos nos concentrar no que importa e nem resolver o que precisamos resolver. No fim das contas, o mundo parede estar elaborando uma enorme conspiração contra a gente.

O padrão de pensamento negativo que é criado quando algumas coisas dão errado pode criar uma profecia auto-realizável a longo prazo se você não for cuidadoso, e pode ser muito difícil quebrar esse ciclo. Nessas horas de desespero, existem alguns exercícios que você pode praticar pra continuar positivo e encarar os problemas de frente. Veja as principais dicas de como sair da bad e abrir um sorrisão mesmo quando tudo estiver uma merda:

Uma boa maneira de conseguir adquirir inteligência emocional e aprender a sair da bad é levando um tapa na cara. Ao ler e expandir a sua mente com algumas verdades que são dolorosas, você conseguirá elaborar autocrítica e até analisar os próprios comportamentos.

Respire fundo. É sério, não é papo furado

Não é brincadeira: a respiração é sua amiga. É por isso que tanta gente pratica meditação ou se concentra na respiração quando está nervoso, estressado ou ansioso. Quando você consegue controlar a sua respiração, mantém o foco na realidade e no que importa, afastando sua mente de pensamentos destrutivos e irreais. Olhe ao seu redor. Fique presente. Sinta o ar entrar em seus pulmões e sair novamente. Apenas se concentre nisso. Ouça os sons ao seu redor. Ouça o som mais silencioso que você puder ouvir. Não os sons óbvios e mais altos. O que há por trás disso? Concentre-se nos sons mais silenciosos. Aterre seus pés no chão e conscientemente reconheça o momento presente em que você está. Volte para sua respiração, lentamente, para dentro e para fora. Se você voltar a se desesperar, volte a focar sua atenção na respiração e comece de novo.

Reconheça os pensamentos

É fácil enxergar uma série de eventos infelizes como sinais de um dia ruim. E quando você ceder a esse pensamento, você acaba tirando qualquer possibilidade de ter um dia bom e transformar as coisas. Pode te dar certo trabalho, mas tente fazer um esforço consciente para reconhecer “o tom” de seus pensamentos. Você está pensando de uma maneira negativa com frequência? Sempre vê o lado pior de tudo? Existem dicas físicas que podem representar o mesmo vício de pensamento. Por um minuto, considere o que seu corpo está fazendo. Seus ombros estão tensos? Suas sobrancelhas estão franzidas? Sua mandíbula está cerrada? Estas são algumas das manifestações físicas da tensão que a negatividade gera. Se você reconhecer esses sinais, pare e force os músculos a relaxar. Você sentirá uma diferença imediata.




Considere seus sentimentos

Pensamentos negativos desencadeiam emoções negativas. Raiva, frustração, irritação, ansiedade e tristeza podem consumi-lo quando você está pensando negativamente. Esses sentimentos têm uma capacidade impressionante de empurrar felicidade e satisfação para debaixo do tapete, te deixando ansioso e com raiva. Então, pergunte a si mesmo o que você está sentindo. Identificar suas emoções lhe dá controle sobre elas ao invés de deixá-las ter controle sobre você. Depois de identificar o que está sentindo, você pode começar a agir.

Seja realista

Coloque as coisas em perspectiva. Qual é o pior cenário? O que pode acontecer é tão ruim quanto você pensa, ou suas emoções estão se afastando de você e fazendo tudo parecer muito pior do que é? Pense: o que é o pior que pode acontecer? Anote se você precisar. Em seguida, recue e questione. Isso é realmente provável? Se você fosse um estranho com uma cabeça limpa de preocupações, você poderia prever que essas coisas ruins realmente vão acontecer? E mesmo que essas coisas aconteçam, o que você pode fazer para mudar o cenário? Você tem opções que podem te ajudar a melhorar a situação? É muito melhor canalizar sua energia nessa direção. Tomar alguma atitude pode ajudar a aliviar os sentimentos de ansiedade e tensão.

Esqueça a culpa

Não comece a procurar um culpado – seja em terceiros ou em você mesmo -, culpa e o ódio não fazem nada para melhorar uma situação. Não se culpe, e não culpe ninguém. E mesmo que a situação pareça ter sido causada pela “falha” de alguém, não desperdice sua energia concentrando-se em algum tipo de reação ou vingança. Você nunca deixa a sua própria vida melhor tornando a vida de alguém pior. Ninguém precisa “sofrer” ou “aprender a lição”. Cada um tem a sua própria jornada. Concentre-se na sua e deixe de lado o ressentimento. Canalize essa energia para encontrar o resultado mais positivo que tornará sua vida melhor. Você é o que importa aqui, embora provavelmente haja muitos fatores em jogo, olhar para frente e traçar soluções é a melhor maneira de usar a sua energia.

Saia das redes sociais

Às vezes, quando tudo parece pesado demais, a melhor coisa que você pode fazer é desconectar. Literalmente e figurativamente. Dê um passo para trás de tudo. Simplifique sua vida. Elimine qualquer coisa que não precise de sua atenção agora e concentre-se apenas em se sentir melhor. Se você, como eu, é um cara mais introvertido, essa é uma das coisas mais poderosas que você pode fazer. Estar “ligado” e se comunicar com outras pessoas exige energia e, se você puder reservar essa energia para se esconder por um momento, descobrirá que é possível construir sua “armadura” com muito mais rapidez. Conecte-se apenas às pessoas que o inspiram e energizam. Aqueles que não têm nada além de amor incondicional e compreensão livre de julgamento para te dar.

Tenha um pouco de auto compaixão

Você está sendo gentil com você mesmo? Você está falando com você mesmo de uma maneira leve, como alguém que te ama falaria? Ou o seu crítico interior está enlouquecendo agora? Seus pensamentos criam seus sentimentos, então se você não está se sentindo bem, a melhor coisa que você pode fazer é tentar mudar a maneira como você está pensando. Mostre-se alguma compaixão. Dê a si mesmo o amor que você gostaria de receber dos outros. Se a sua mente está dizendo coisas para você que você não diria ao seu melhor amigo, coisas como ‘você é inútil, ninguém te ama etc etc’ então você realmente não está sendo gentil com você mesmo e você não vai começar a se sentir melhor até você mudar isso. Você está fazendo o melhor que pode com o que tem. Esqueça a culpa, perdoe-se e diga a esse crítico interior para recuar como um grande amigo realmente incrível faria.

Não se esqueça de quem você é

No meio de um período difícil, pode ser fácil perder um pouco do “senso de identidade”. Então, faça algo que te sentir como você mesmo. Algo que vai fazer você se sentir bem em ser você. Eu, por exemplo, sempre acho que fazer algo gentil por outra pessoa pode me ancorar de volta à essência de quem eu sou. Você é complexo e único. Sua identidade não é composta do que as outras pessoas pensam de você. Na verdade, o que outras pessoas pensam de você não é da sua conta e, de qualquer maneira, essa visão diz muito mais sobre elas mesmas do que sobre você. Esqueça o que os outros pensam de você e se concentre no que você pensa de você. Essa é a única opinião que importa.

Procure aprender com a bad

Para conseguir sair da bad, você pode aprender com ela. Afinal, tudo o que a vida joga em nós está na nossa cara para nos ensinar algo. Quando você está completamente aberto e completamente vulnerável, você é forçado a crescer e aprender. Em cada coisa aparentemente terrível, em cada coração partido e em cada desastre há uma lição a ser aprendida. Alguma maneira pela qual devemos expandir nossa consciência e compreensão de nós mesmos e de nossos valores. Não é para ser fácil, mas se você tentar procurar as lições e permitir que seus desafios o ajudem a se desenvolver como pessoa e melhorar sua situação, talvez tudo valha a pena quando você sair da bad.

Tome um banho e se cuide

Para sair da bad, esta é uma dica fácil e prioritária. O auto cuidado é uma necessidade absoluta quando as coisas e são difíceis, mas muitas vezes é a última coisa na mente das pessoas que estão passando por algum problema. Não procure refúgio em junk food ou no álcool. Isso só vai fazer você se sentir pior. Seu corpo e mente precisam de você agora.. Nutra seu corpo com muita água e alimentos saudáveis. E o mais importante, se mexa. Pode parecer impossível, mas sair para caminhar e movimentar seu corpo pode te ajudar a limpar a mente e de fato se sentir melhor. A combinação de movimento, ar fresco e sol na pele é extremamente poderosa. Outras maneiras de cuidar de si mesmo é tomar um bom banho, assistir seu filme favorito, dançar sozinho, escrever, comprar um jogo novo, abraçar alguém que você ama…enfim, há várias maneiras de cuidar de si mesmo, mas todas elas começam com um banho. Vale também escrever uma lista das coisas pelas quais você é grato. Tente ler essa lista todos os dias quando acordar!




Faça algo novo

Abra a sua mente e tente coisas novas. Experimente praticar um esporte diferente, sair para correr, começar a desenhar, fazer um curso de fotografia, partir para a meditação. Abra seus horizontes e dê novos estímulos para o seu cérebro. Sinta-se útil! A novidade pode te fazer começar a enxergar as coisas em perspectiva, e consequentemente te fazer dar o peso necessário para todos os acontecimentos e aspectos da sua vida.

Olhe para o futuro e acredite que tudo vai ficar bem

A vida não te dá nada que você não possa aguentar. Eu realmente acredito que tudo acontece por um motivo e que enquanto eu estiver viva eu vou lidar com o que a vida me der. Neste momento, pode parecer impossível, mas se você puder se concentrar em você e tomar as lições ao longo do caminho, eu sinceramente acredito que você será uma pessoa mais forte e melhor no dia de amanhã. Alguns dias são muito, muito difíceis, mas há uma coisa que eu sei que é certa: vai ficar tudo bem.